Convidados

Convidados

Conheça aqui um pouco dos nossos convidados palestrantes e uma síntese dos trabalhos que serão apresentados:


Currículo:
Professora da UFABC com doutorado em Filosofia pela USP e pós-doutorado em Teoria Literária pela UNICAMP. Além disso, é autora dos livros A constelação do sonho em Walter Benjamin (Humanitas / Fapesp, 2008) e Do romance de artista à permanência da arte: Marcuse e as aporias da modernidade estética (Annablume / Facesp, 2013).

Resumo:
Perspectivas do humano no limiar entre o animal e a máquina
As vertiginosas transformações ocorridas nos anos recentes como resultado de um acelerado desenvolvimento técnico e tecnológico trazem consequências da maior importância para uma adequada compreensão da chamada condição humana, seus desafios e contradições internas. Segundo Haraway, pelo menos desde o final do século XX, seríamos todos como quimeras, híbridos de máquina e organismo -- ou em uma palavra, ciborgues. Partindo de uma perspectiva socialista, feminista e materialista, a autora coloca em pauta os múltiplos significados de uma virtual dissolução entre as fronteiras que separam o humano, o animal e a máquina. Trata-se, aqui, de discutir algumas de suas principais implicações teóricas e práticas, sobretudo, no campo da ética.

Currículo:
É médica, psiquiatra, analista didata da SPPA - Soc. Psicanalítica de Porto Alegre, Brasil, da qual é presidente. Foi editora da Revista de Psicanálise da SPPA e Diretora Científica da Federação Brasileira de Psicanálise de 2009 a 2012.
Tem textos sobre o tratamento psicanalítico de pacientes borderline publicado no L'Année Psychanalytique Internacionale de 2010 e no ano seguinte no Livro Anual de Psicanálise, ambos editados pelo International Journal of Psycho-Analysis, e que reúne os artigos de maior relevo a nível mundial do ano.
Diretora Secretária do Conselho Diretor da Febrapsi biênio 2015/2017

Resumo:
Reflexões sobre a influência das mídias digitais no processo de subjetivação do indivíduo, a repercussão disso nos relacionamentos humanos, na constituição da identidade e uso destas ferramentas digitais na clínica psicanalítica contemporânea.
Currículo:
Psicóloga, USP.
Psicanalista, membro efetivo da SBPSP e docente do Instituto Durval Marcondes.
Membro do Departamento de Psicanálise com Crianças do Instituto Sedes Sapientiae, professora e supervisora do curso de especialização e de cursos de extensão neste Instituto.
Trabalhos científicos publicados em revistas especializadas (Jornal de Psicanálise, Revista Brasileira de Psicanálise).
Tradutora da equipe da Nova Tradução das Obras Psicológicas de S. Freud da Imago.
Atualmente membro do Conselho de Assessoria Editorial da Revista Brasileira de Psicanálise.

Currículo:
Fotógrafo e artista com crescente interesse em outras mídias, Feco Hamburger explora as porosidades do encontro com o outro e a transformação do objeto pelo olhar em obras em que o sentido da experiência, do tempo e da matéria são recorrentes. Seu trabalho trama uma relação visível com a natureza das coisas e com o contraditório. Estudou física na Unicamp e linguística na USP. Já expôs na Pinacoteca do Estado de São Paulo, no Museu de Arte Moderna e no Paço Imperial, no Rio de Janeiro. Possui obras no acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo e na Coleção Itaú de Fotografia Brasileira. Em 2012, recebeu menção especial no Prêmio Brasil de Fotografia.

Resumo palestra:
Tecnologia em cena: destinos da estética. 
Ao mesmo tempo em que se interpõe à possibilidade do encontro, o uso da  tecnologia pode, através da experiência sensorial, estabelecer novas conexões ou reverberações. Com trabalho fortemente ligado à ciência, Feco Hamburger discute o aparato fotográfico, e portanto tecnológico, enquanto mediador e provocador de experiências. 

Resumo curso:
A experiência do tempo à luz da fotografia contemporânea. 
Como parte de sua pesquisa, o artista convida o público a explorar, de maneira interativa, as relações entre memória e desejo, a partir da investigação do retrato fotográfico. A proposta é fazer do encontro uma espécie de laboratório disparador de conexões temporais.

Resumo da Palestra:
O Prof. Geraldo Romanelli apresentará algumas reflexões sobre os processos de transformação que as relações humanas e familiares têm sofrido e sobre a 
apropriação que as famílias fazem de recursos e informações veiculadas por diferentes mídias e pela internet na escolarização dos filhos.



Currículo:

Geraldo Romanelli é graduado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo, instituição na qual obteve os títulos de mestre e doutor na área de Antropologia Social. Atualmente é professor aposentado de Antropologia e professor sênior da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo e orientador nos cursos de Pós-Graduação de Psicologia e Educação. Realizou e orientou pesquisas voltadas para a análise de diferentes dimensões das relações de famílias de camadas médias e populares investigando a articulação dessas unidades com a sociedade, os diversos modos de arranjos domésticos, a socialização e a educação dos filhos, o exercício da autoridade e do poder e as relações subjetivas entre os integrantes dessas famílias. Os resultados dessas pesquisas e a análise do modo de vida dessas famílias têm sido publicados em periódicos e livros. É parecerista ad hoc de diversos periódicos da área de Ciências Humanas e de órgãos de fomento à pesquisa. 

Currículo:
Psicanalista clínica desde 1978. Membro efetivo e docente da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP) e do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae. Editora e autora de artigos da Revista ide da SBPSP, 2005-2008. Curadora e participante do programa Bom-Dia Saúde: Mente Humana, da TV Cultura, 2006-2008. Organizadora, tradutora e apresentadora da edição brasileira do livro Da neurologia à psicanálise: desenhos e diagramas da mente por Sigmund Freud, Ed. Iluminuras, 2008. Organizadora e autora de capítulos do livro O psicanalista na comunidade, publicado pela SBPSP, 2012. Coordenadora dos números na interface com a psicanálise da Revista Ciência & Cultura, da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Autora do livro: O trágico: Schopenhauer e Freud, Primavera Ed., 2015. Mestra pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP).

Livre Docente pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Mestre e Doutor pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Professor Titular do Departamento de Multimeios, Mídia e Comunicação, Instituto de Artes, e Pesquisador do Núcleo de Informática Aplicada à Educação (NIED) da UNICAMP. Professor Colaborador do Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Coordenador do Grupo Gestor de Tecnologias Educacionais (GGTE) da UNICAMP.
Currículo:
Psicanalista, Diretor de teatro, Dramaturgo. Fez faculdade de Medicina e de Teatro no Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Membro fundador do Instituto Wilfred Bion de Porto Alegre (que organizou o Encontro Internacional de Bion em Porto Alegre, e Membro Pleno no Centro de Estudos Psicanalíticos de Porto Alegre no qual vem ministrando um seminário permanente sobre A Memória Do Futuro.

Resumo (curso):
O Curso deve discorrer na decomposição das múltiplas estruturas narrativas que envolvem mito de Édipo aplicadas a clinica e a estética, na medida que o sujeito somente se inventa na sua particular subjetividade enquanto obra de arte. No segundo encontro o trabalho recai sobre A Grade de Bion, a Grade Edipiana e a Grade Negativa (estas exemplificam a aplicação do mito no pensamento clinico) e concluindo com a Grade dos Sete Servos.

Resumo (palestra):
Na palestra, a ideia é de como a mídia virtual acaba influenciando a psicanálise, a arte e a publicidade, pressionando o pensamento e o modo de pensar dos nossos tempos.

Currículo:

Escritor e produtor cultural, um dos principais nomes (e divulgadores) da nova geração de escritores brasileiros. Autor, entre outros, do vencedor do Prêmio Jabuti Contos Negreiros, de RASIF – Mar que Arrebenta e de Amar é Crime. Idealizou e organizou a antologia Os Cem Menores Contos Brasileiros do Século. Vários de seus contos foram adaptados para teatro e cinema. É o criador e curador do evento Balada Literária que reúne, anualmente, quase uma centena de escritores,
nacionais e internacionais, pelo bairro paulistano da Vila Madalena.

Currículo Resumido: 
É pintor e professor livre docente da escola de Comunicação e Artes da USP, com mestrado em Filosofia na USP e doutorado em Artes Plásticas na Escola de comunicação e Artes da USP. Foi professor militante em Yale (2008) e Kioto (2011-2012). E Presidente das relações Internacionais da ECA-USP (2013).

Autor das obras:
- O Diário de Kioto, 1.ed. São Paulo: Martins, 2013;
- Marco Gianotti, Espanha: Dardo (2001);
- Breve História da Pintura Contemporânea, 1.ed. São Paulo, SP: Claridade;
- Marco Gianotti; Brissac, Nelson. Passagens. 1.ed. São Paulo, SP: Cojac Naify (2007).

Exposições: 
Participou de um grande numero de exposições individuais e coletivas, tanto em mostras nacionais como internacionais. Tem obras suas nos principais museus e salas de exposições do Brasil.

Prêmios: 
No Salão Nacional de Artes Plásticas; (1986,1988,1990). Prêmio Ivan Serpa (FUNARTE); Prêmio APCA de Pintura (1997) e Prêmio APCA de melhor exposição do ano (2010).                              
    
Emails: marcog@usp.br e marcoggiannotti@gmail.com

Resumo palestra:
O estatuto da imagem no mundo contemporâneo
A palestra do prof. dr Marco Giannotti (ECA/USP) pretende indagar sobre o estatuto da imagem no mundo contemporâneo. Com o advento das novas tecnologias a maneira de se ver mundo se transforma por completo. O produtor de imagens se confunde cada vez mais com seu consumidor, visto que atualmente qualquer um pode criar, divulgar, reproduzir automaticamente uma fotografia a partir do seu smartphone. Qual é o papel do artista contemporâneo neste cenário?

Currículo:

Norval Baitello Junior concluiu o doutorado em Comunicação na Freie Universität Berlin em 1987. Atualmente é Professor Titular na Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Foi diretor da Faculdade de Comunicação e Filosofia da PUC-SP, tendo criado os cursos de Comunicação e Artes do Corpo e Comunicação em Multimeios. Foi Professor convidado das Universidades de Viena, Sevilha, S. Petersburg, Autónoma de Barcelona e Évora. Autor de vários livros. Desde 2007 é Coordenador da área de Comunicação e Ciências da Informação (CHS II) da FAPESP. Recebeu o Prêmio “Maturidade Acadêmica” da INTERCOM 2015.
Tem formação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1982), mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (1993) e doutorado em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (1997). Realizou estágio de pós-doutorado na Universidade Jean Moulin, Lyon 3, França (2013-2014). Atualmente é professor livre-docente da Universidade de São Paulo. Atua como professor de filosofia no curso de Psicologia (graduação e pós-graduação) da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP. Sua área de formação é a filosofia francesa contemporânea, e seu projeto de pesquisa atual é desenvolver uma fenomenologia da vida social contemporânea, investigando, de um ponto de vista psicossocial, problemas e desafios da sociedade moderna contemporânea, em particular, o tipo de subjetividade produzida na forma de vida atual promovida pela expansão do neocapitalismo.

Resumo:
Nossa intenção é destacar alguns parâmetros para a compreensão e avaliação do impacto do desenvolvimento das tecnologias na vida do homem contemporâneo. Em particular, procuraremos avaliar o veredicto de Michel Henry sobre a barbárie dos tempos modernos, “de uma época, a nossa, caracterizada por um desenvolvimento sem precedente do saber, acompanhado do desmoronamento da cultura”.

Currículo: 
Vera L. C. Lamanno Adamo, psicanalista, membro efetivo e analista didata do GEPCampinas e da SBPSP, é mestre em Humanistic Psychology pela Antioch University (Antioch for British Studies, Londres), é doutora em Ciências Médicas (Área de Saúde Mental) pela Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP. Autora de artigos publicados em Revistas Nacionais e Internacionais. Autora do livro Trabalho do Negativo, Casa do Psicólogo, 2014.

Resumo:
Paris está, de fato, em chamas?
A partir do relato de três cenas, a palestrante argumenta sobre o trabalho de construção da palavra viva e levanta questões sobre a linguagem e narrativa em tempos de whatzapp.